Apresentação

A ideia para criar este blog surgiu no âmbito do tema da nossa Área de Projecto, que relaciona a saúde e os avanços da ciência e da tecnologia nos nossos dias com o quotidiano.

Escolhemos o tema da auto-imunidade porque está inserido no fascinante capítulo do livro de Biologia doptado pela escola, "Imunidade e Controlo de Doenças", e também pois a pesquisa será muito importante para a nossa vida profissional futura.

Neste blog postaremos inúmeras doenças auto-imunes, e esperamos que estas informações sejam úteis aos leitores.

terça-feira, 15 de abril de 2008

COLITE ULCEROSA

É uma inflamação crónica e reincidente do colón. O primeiro sintoma da doença é diarreia com sangue ou muco e ulcerações superficiais, que alternam entre o recto e zonas proximais do intestino. As úlceras levam ao alisamento da mucosa intersticial entre as lesões e à destruição de células calciformes (células epiteliais secretoras de muco), e a constante regeneração forma pólipos no colón. As complicações mais perigosas são o desenvolvimento dos pólipos em carcinomas colorrectais ou a distensão do colón (megacolón tóxico). A Colite Ulcerosa pode manifestar-se fora do intestino: uveite, artrite, nefrite causada por IgA, hepatite auto-imune e cirrose biliar primária estão associadas à doença. As análises revelam uma taxa elevada de imunoglobulinas IgG e anticorpos anti-ANCA. Esta inflamação é tratada com sulfasalazina e com d 5-aminosalicilatos, que inibem a síntese de prostaglandina (hormona que intervém no processo de quimiotaxia).

Sem comentários: