Apresentação

A ideia para criar este blog surgiu no âmbito do tema da nossa Área de Projecto, que relaciona a saúde e os avanços da ciência e da tecnologia nos nossos dias com o quotidiano.

Escolhemos o tema da auto-imunidade porque está inserido no fascinante capítulo do livro de Biologia doptado pela escola, "Imunidade e Controlo de Doenças", e também pois a pesquisa será muito importante para a nossa vida profissional futura.

Neste blog postaremos inúmeras doenças auto-imunes, e esperamos que estas informações sejam úteis aos leitores.

domingo, 18 de maio de 2008

SARCOIDOSE

A Sarcoidose ou Doença de Besnier-Boeck é uma doença inflamatória que se inicia geralmente nos pulmões, mas que pode chegar a atingir o fígado, a pele, o coração, o sistema nervoso e até os olhos. É mais comum em idades compreendidas entre os 20 e os 40 anos, e em pacientes negros.
É consequência de reacções anormais do sistema imunitário contra agentes infecciosos como uma microbactéria não tuberculosa ou um medicamento, ou é de carácter genético. O que sucede é que os linfócitos T-helper se mostram sensibilizados para com células do organismo, criando pequenas áreas de infecção denominadas granulomas. Quando estes progridem nos tecidos perto dos alvéolos pulmonares, podem conduzir a faltas de ar, uma vez que reduzem a quantidade de ar que os pulmões do organismo podem aguentar.

Esta doença pode desenvolver-se silenciosamente durante anos e anos, assintomáticamente. Quando os sintomas surgem, dependerão do órgão afectado, por exemplo, se forem os pulmões, os sintomas são escassos (dispneia ou tosse constante) ou nulos. De modo geral, os sintomas incluem: desconforto e fadiga; febre; perda de peso; borbulhas vermelhas no rosto, braços e nádegas; olhos vermelhos; artralgia.

Uma vez que possui sintomas comuns com outras doenças como linfoma, tuberculose, artrite reumatóide, febre reumática ou infecções por fungos, o diagnóstico baseado apenas nos sintomas não é conclusivo pelo que o médico exigirá, entre outros:
- Um raio X;
- Exames aos pulmões (testes que permitem determinar a quantidade de gases nas trocas durante a respiração e entre a membrana dos pulmões e dos capilares);
- Análises ao sangue (para determinar níveis elevados de cálcio no sangue ou da enzima conversora da angiotensina (ECA), que se manifestam aquando da doença);
- Broncoscopia (permite analisar a quantidade de granulomas existentes nos pulmões do paciente);
- Biopsia (a outros locais em que a doença se manifeste como na pele ou nos olhos);
- Mediastinoscopia (com uma pequena incisão nos linfonodos entre os pulmões - mediastino - é possível examinar se estão anormalmente inchados);
- Exame oftalmológico.
Já que a doença é caracteristicamente irregular, é usual que se afectar apenas uma pequena área dos pulmões ou dos linfonodos, o médico não receite qualquer tratamento, vigiando apenas o paciente frequentemente. Porém se a inflamação alastra a outras zonas como o coração, os olhos ou o sistema nervoso central ou se os níveis de cálcio no sangue se mostram elevados, é aconselhável iniciar medicação. Normalmente são usados corticosteróides, que como os anti -inflamatórios, minimizam a produção das hormonas ao nível das supra-renais.

Sem comentários: